A Autópsia de Jane Doe | Crítica

Essa é pra quem gosta de terror. Eu estava visitando o Boca do Inferno quando vi uma crítica interessante a respeito de um filme de terror chamado A autópsia de Jane Doe. Então, eu resolvi ver esse filme, e trazer a minha crítica para vocês.

A autópsia de Jane Doe foi lançado mundialmente dia 21 de Dezembro de 2016. Confira a sinopse.

Tommy Tilden (Brian Cox) e Austin Tilden (Emile Hirsch), seu filho, são os reponsáveis por comandar o necrotério de uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos. Os trabalhos que recebem costumam ser muito tranquilos por causa da natureza pacata da cidade, mas, certo dia, o xerife local (Michael McElhatton) traz um caso complicado: uma mulher desconhecida foi encontrada morta nos arredores da cidade – “Jane Doe“, no jargão americano. Conforme pai e filho tentam descobrir a identidade da mulher morta e a causa, coisas estranhas e perigosas começam a ocorrer, colocando a vida dos dois em perigo.

Tenho muita coisa para dizer sobre esse filme. Primeiro que ele é um filme de terror bem diferenciado dos outros, dando um ar de originalidade. Ninguém está acostumado com filmes de terror em necrotério, pelo menos eu não.

Esse não é aquele tipo de filme de terror que o único propósito é dar sustos: existe um mistério envolvido, e junto com os personagens, nós entramos a fundo e tentamos solucina-lo. Mas essta tentativa é inútil, porque não é nada que você pensa, é inesperado.
A conexão que o filme tem com o passado é muito boa e criativa, mas precisamente no século 17. Essa conexão é bem clichê, mas qual filme de terror não tem um toque disso?

As atuações, pelo meu ver, foram muito boas e cheias de emoções e surpressas. Eu vi algumas críticas na internet a respeito do filme, e as pessoas estavam querendo continuação, mas eu acho que o final do filme amarrou bem a trama e que se tivesse continuação, não ia ser legal e ia ficar MUITO repetitivo.

A autópsia de Jane Doe deveria ganhar mais notoriedade, mas como as pessoas são acostumadas com filmes de terror que dão susto, muitos podem não gostar. Hoje em dia, se o filme de terror não dá sustos, não é considerado bom, infelizmente.
Resumindo: recomendo muito, um filme coerente, inesperado e visceral.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s