Psicose: a revolução do cinema

Resultado de imagem para norman bates

Estamos a exatamente a uma semana da estreia da quinta e última temporada de Bates Motel. A quinta temporada se tratará de uma espécie de remake do grande clássico de Alfred Hithcock, Psicose (1960).

Hoje eu vou falar sobre esse grande filme que revolucionou o cinema e porque ele se tornou o sucesso na época e continua sendo até hoje. E também para relembrar, para a cabeça não explodir durante Bates Motel. Vamos lá!

Psicose é baseado no livro de suspense Robert Bloch publicado em 1959. A história começa com Marion Crane (Janet Leighque trabalha em uma imobiliária como secretária e rouba 40 mil dólares que deveria ser depositado no banco a pedido de seu chefe.

O motivo do roubo é que Marion deseja quitar todas as dívidas que o seu amado Sam Loomis (Jonh Gavin) deve e depois se casar com ele. Mas o problema começa com uma tempestade que a faz desviar da estrada e ir para o famoso Motel Bates. Onde é recebida por Norman Bates (Anthony Perkins) que aparenta não ter nenhum problema de cabeça (rs), mas vai se revelando aos pucos. Norman oferece a ela um sanduíche e os dois tem uma conversa bem interessante a respeito da “loucura”. Papo vai papo vem, Marion decide ir para o seu quarto, pois de manhã ela teria que dirigir até Fairvale (Cidade onde Sam mora). Chegando em seu quarto, ela decide tomar banho. Durante o banho, ela é surpreendida pela cruel e ciumenta mãe de Norman Bates. Aí vem aquela famosa cena do chuveiro e a trilha sonora de arrepiar os cabelos que todo mundo conhece.

Resultado de imagem para psicose gif

Depois de notar que Marion desapareceu, sua irmã Lila Crane (Vera Miles) contrata um detetive e vai a procura da irmã. O detetive vai ligando os pontos até chegar no Motel Bates. Então a história fica melhor ainda e eu não vou revelar oque acontece para não perder o gostinho e também poderia ser um possível spoiler do final de Bates Motel. Psicose e Motel Bates estão disponíveis na Netflix.

Porquê o filme ainda faz sucesso?

Depois de 57 anos de idade, Psicose ainda assusta e cativa a todos. Porquê? O filme é um longa maravilhoso que contém tensão do começo ao fim, tudo isso, graças ao mestre Hithcock. A cena do chuveiro é uma das cenas mais icônicas, assustadoras e intrigantes da história do cinema. Com o baixo orçamento, o filme conseguiu colocar os outros da época no chinelo.

Psicose é bem diferenciado dos outros e ousado para a época (anos 60). Mostra uma mulher de sutiã e um homem na cama, oque causou uma grande polêmica e chegou até ser debatido se o filme seria censurado, mas para a felicidade de todos, não foi.

Um dos motivos do sucesso eterno de Psicose é que constantemente vem sendo lançado remakes, séries e novas versões dos livros. Isso faz com que a nova geração conheça o clássico e assim vai passando de pai para filho (rs). Podemos concluir então que o motivo de todo esse sucesso é que o filme é único. Pode haver remakes, mas nenhum superará o original, porque infelizmente, Hithcock já morreu.

Resultado de imagem para hitchcock psycho

Recentemente, Psicose (livro), ganhou um novo visual através da editora  Darkside Books. A série baseada no clássico, Bates Motel, estreia dia 20 de fevereiro com sua última temporada.

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Psicose: a revolução do cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s